compartilhe

0

0

WRunners

Corredora e mãe de três, Gisele dá dicas para quem tem rotina atribulada

"Se você não se cuida, não consegue cuidar do outro!"

RedaçãoPor
Redação

Por Marcia Di Domenico

Quando Gisele Luz, 37 anos, teve seu primeiro filho, hoje com 4 anos, precisou refazer seus conceitos de organização do tempo. Acostumada a trabalhar fora e malhar regularmente, tudo mudou com a rotina de mãe de primeira viagem. Ela foi se adaptando, retomou a atividade física aos poucos – “comecei caminhando e correndo de leve, porque precisava de um exercício que pudesse praticar em qualquer lugar e horário” – e quando o pequeno estava para completar um ano, Gisele descobriu que estava grávida de novo. Desta vez, de gêmeos.

As caminhadas e aulas de hidroginástica a acompanharam durante a segunda gestação, mas foi só um ano depois do parto que a agora mãe de três voltou a correr. E fez questão de marcar a retomada em grande estilo: convidou um grupo de 12 amigas para correrem juntas a Venus de 2017 em comemoração ao seu aniversário, que caiu perto da prova. “Aproveitei que não tínhamos tempo de nos encontrar no dia a dia por causa da agenda cheia que todas têm. Foi meu melhor presente e até hoje a Venus é minha corrida do coração”, lembra.

MAIS
Brownie de batata-doce para a sobremesa
Salada de fettucine para um jantar prático e saudável

Desde então, os treinos de corrida e musculação têm lugar garantido na rotina de Gisele, que precisou reaprender a administrar o tempo para dar conta também de trabalho, fisioterapia e vida social, além de cuidar da casa e da alimentação da família. “É da corrida que tiro energia para me desdobrar entre tantas tarefas. É quando organizo as ideias, penso em soluções para os problemas, converso comigo mesma”, fala. “Afinal, se você não se cuida, não consegue cuidar do outro”, fala a consultora em serviços de saúde e professora universitária.

Ela desenvolveu as próprias estratégias para aproveitar ao máximo as 24 horas do dia e criou com capricho o perfil @modomae no Instagram, com o objetivo não só de incentivar outras mães corredoras, mas de trocar experiências e se manter motivada também. Veja algumas dicas dela para encaixar o esporte na rotina atribulada.

Vestida para treinar

Mesmo que acorde sem planos de correr, Gisele nunca sabe ao certo se vai sobrar uma brechinha em algum momento do dia – que ela, claro, não quer deixar passar. Por isso, veste roupa de treino e calça o tênis assim que sai da cama. Se não rolar corrida, pelo menos ela passa o dia se sentindo confortável.

Mochila sempre pronta

Quando sai de carro para algum compromisso, no porta-malas vão roupa de treino e tênis. Ela também pensa no trajeto de modo que possa parar para uma corridinha em um parque ou praça de São Paulo, onde mora, caso o horário permita. “Dificilmente saio de casa especialmente para correr; acabo aproveitando as oportunidades que surgem entre as atividades”, diz Gisele.

Amigas corredoras

A solução para não deixar a vida social de lado com uma rotina tão agitada foi… fazer amigas que correm! A ideia de convidar a turma para participar da Venus como presente de aniversário agradou tanto que o grupo cresceu: hoje são mais de 50 mulheres. Elas podem não se encontrar muito no dia a dia, mas compartilham na rede seus treinos e tentam correr pelo menos uma prova por mês juntas.

Refeições bem planejadas

Comer bem é um prazer e uma condição na família de Gisele. E ela faz questão de cuidar de tudo pessoalmente e com bastante critério. Monta cardápios equilibrados com antecedência, organiza compras e entregas com o feirante do bairro e prepara os pratos enquanto as crianças dormem. Então, deixa congeladas as refeições para as duas ou três semanas seguintes. Foi assim, inclusive, que recuperou o peso de antes da gestação.

Corrida Venus 2018

As inscrições para a corrida Venus 2018 já estão abertas. Em São Paulo a prova será realizada no dia 2 de setembro e no Rio de Janeiro no dia 23 de setembro. Em ambas as cidades a prova terá percurso de 5 km, 10 km e 15 km. Para inscrever-se, clique aqui!