compartilhe

0

WRunners

Run Walk Run: performance, motivação e segurança na volta à corrida

Pouco tempo depois de ter bebê, Fernanda Hattori aderiu ao método para voltar a treinar com menor risco de lesão

Redação WRunPor
Redação WRun
Trecho da prova WRun em São Paulo em 2017

Trecho da prova WRun em São Paulo em 2017

A paulistana Fernanda Hattori, 31 anos, corre há pouco mais de quatro anos. Inspirada por um grupo de mulheres corredoras que conheceu em uma festa, a gerente de produto resolveu aderir ao esporte e desde então não parou mais.

Fernanda, que recentemente se tornou mãe, encontrou na proposta Run Walk Run (RWR) um caminho para voltar ao seu antigo nível de performance. Confira o que ela nos contou!

Por que você começou a correr?

Meu marido é triatleta há 10 anos, então eu já estava bem inserida no mundo do esporte como espectadora. Um dia, bem no começo de 2015, fui a um churrasco na casa de uma amiga e lá estavam várias meninas que corriam. Fiquei inspirada pelas histórias delas e resolvi começar também. A corrida nos uniu e somos muito amigas até hoje.

A corredora Fernanda Hatori

A corredora Fernanda Hatori

Qual o papel da corrida na sua vida?

O esporte funciona como uma válvula de escape, um meio de me sentir saudável, de me reinventar e me desafiar sempre. Depois que tive meu filho, também passei a associar a corrida a um tempo dedicado só para mim. Correndo, tenho uma sensação de liberdade e de estar focada exclusivamente em mim mesma.

Você costuma se preocupar em melhorar seus tempos e performance?

Sim. Desde que comecei, melhorar meu desempenho e manter uma evolução sempre foram gatilhos de motivação. Perceber ganhos de performance me faz sentir feliz e realizada.

Por que vai participar da Run Walk Run?

Tive bebê há nove meses e vi a RWR como um objetivo para trabalhar minha ansiedade em querer voltar rápido e forte, mas com segurança. O método vai me ajudar a não me lesionar e garantir que eu tenha uma evolução mais constante neste momento.

A corredora Fernanda Hattori

A corredora Fernanda Hattori

O que espera da prova e quais são seus objetivos?

Quero concluir em um tempo razoável. Como o conceito é novo, eu tinha uma visão errada do run walk run – achava que meu pace diminuiria porque em alguns momentos vou caminhar. O que eu pretendo é terminar a prova com uma boa performance, mesmo caminhando em alguns trechos. Também vou usar a RWR como preparação para a Cosan W21K, em que farei 10K correndo direto.

Você já conhecia o método Run Walk Run, de Jeff Galloway?

Nunca tinha ouvido falar como um método, apesar de já ter usado a estratégia em treinos intervalados. Não sabia que isso tinha uma metodologia por trás que diminui o risco de lesões e garante desempenho. Essa vai ser a primeira vez que usarei o método conscientemente.