compartilhe

0

Treino

15 motivos para encarar a meia-maratona

Encarar os 21 km pode aumentar a sua motivação no treino, ajudar na perda de peso e muito mais!

RedaçãoPor
Redação

Para as corredoras que já estão confortáveis nos treinos de 10 km, a monotonia pode aparecer e, junto com ela, o desejo de correr provas mais longas. Se este é o seu caso, talvez seja interessante iniciar um novo desafio e partir para os treinos de meia maratona. Para ajudá-la a tomar essa decisão, preparamos uma lista com 15 motivos para sair dos 10 km e dobrar a distância.

1 Quebra de monotonia. Volume, intensidade e frequência de treino serão modificados, o que dá mais dinamismo às corridas (cada sessão será diferente).

2 Novo desafio. Se os 10 km já ficaram fáceis, o estímulo diminui. Partir para os 21 km trará mais compromisso com o treinamento.

3 Perda de peso. Mais 55% de quilometragem, quatro vezes por semana, em média, é o que você enfrentará nos treinos. Logo, o metabolismo será estimulado e a perda de peso será maior.

4 Menos impacto… Em meias maratonas, a intensidade é mais baixa, pois se corre entre 90% e 95% da velocidade das provas de 10 km.

5 … E menos lesões! A velocidade ligeiramente mais baixa também diminui o risco de lesões.

6 Ganho de resistência. Uma prova longa exigirá mais de sua capacidade aeróbia devido à duração maior, enquanto os 10 km requerem mais potência e velocidade.

MAIS
Guia de nutrição para quem vai correr os 21 km
Teste: você está preparada para os 21 km?

7 Facilidade na largada. Como a distância costuma atrair atletas mais experientes, os participantes respeitam mais a divisão de pelotões por pace. Resultado: você dificilmente terá de ultrapassar pessoas mais lentas que você e, por isso, seu ritmo flui melhor desde os primeiros quilômetros.

8 Satisfação pessoal. Como a dedicação aos treinos é maior e a duração da prova também, a sensação de “dever cumprido” e de orgulho na chegada é proporcional.

9 Treino interativo. A menor intensidade dos longões permite chamar as amigas para aumentar a motivação, batendo um papo ou curtindo a paisagem enquanto correm.

10 Vantagem feminina. Nós costumamos ter mais resistência à fadiga e maior facilidade para manter o ritmo, dizem pesquisas. Por isso, a desvantagem em relação aos homens é menor em provas longas.

11 Aptidão física cardiorrespiratória. Respiração, circulação e músculos tendem a ficar melhores, caso a futura meia maratonista ainda não tenha atingido o seu ápice nos 10 km.

12 Prévia da maratona. Os 21 km são muito utilizados como controle e estratégia para quem deseja um dia partir para uma maratona, funcionando como uma projeção de performance.

13 Mais paciência. A necessidade de realizar pelo menos um treino longo durante a semana exige condicionamento psicológico e controle da ansiedade, essenciais para qualquer prova.

14 Ritmo nas passadas. Quanto maior a distância, maior o desafio de controlar o ritmo. Com os longões progressivos (em que o pace diminui aos poucos), é mais fácil se aprimorar.

15 Menos sofrimento. Como os 21 km levam mais tempo para serem completados, a maior parte das provas tem largada cedo, o que garante maior conforto térmico e segurança durante a prova.

Calendário Iguana de meias-maratonas 2019

A Iguana Sports já tem oito provas com percurso de 21 km com inscrições abertas para 2019. Entre as provas estão corridas tradicionais, como as que fazem parte do circuito Run City (SP City Marathon, Rio City Half Marathon e BSB City Half Marathon), Athenas, W21K e Seven Run. Clique aqui e veja o calendário completo.

Publicado originalmente em 07/06/2016