compartilhe

0

Saúde & Beleza

Como cuidar da pele antes e depois do treino

Dicas para manter a cútis impecável

Redação WRunPor
Redação WRun

Com este guia, você vai cuidar de sua pela da melhor forma e, assim, minimizar os impactos da prática de exercícios ao ar livre:

PARA QUEM CORRE DE MANHÃ

Antes do treino O ideal é lavar o rosto com um sabonete neutro ou específico para o seu tipo de pele. Isso porque os produtos que foram aplicados à noite devem ser removidos, já que em contato com o sol, podem manchar ou arder. Após lavar, aplique um hidratante e, em seguida, um protetor solar com FPS acima de 30 e proteção UVA — de preferência com resistência à água e ao suor.

Depois do treino Lave a pele novamente, hidrate e passe filtro solar. Antes ou após a corrida, prefira sempre protetores que possuem vitaminas e antioxidantes.

PARA QUEM CORRE À NOITE

Antes do treino Esse período também exige cuidados com a limpeza. É preciso, antes de tudo, tirar a maquiagem do dia e lavar o rosto com um sabonete específico. O uso do protetor solar é dispensável, mas não abra mão de um hidratante com propriedades antioxidantes.

Depois do treino Lave bem o rosto e, se tiver pele mais oleosa, utilize produtos com ácido salicílico. O hidratante vem logo em seguida. Corredoras com pele seca devem optar por produtos mais pesados. Para quem tem pele oleosa, o indicado são os mais leves, com absorção rápida.

Quem realiza tratamentos dermatológicos para rejuvenescer ou clarear a pele deve tomar mais cuidado e conversar com especialistas, pois os produtos normalmente são aplicados nesse horário.

MAIS 
50% dos protetores para o rosto são reprovados em teste
Correr com maquiagem está liberado, mas é preciso ter alguns cuidados    
A importância da corrida para a saúde da mulher

DESCUBRA SEU TIPO DE PELE
A dermatologista Denise Steiner elencou as principais características de cada tipo de pele para você descobrir qual é o seu.

Normal Tem superfície lisa e aveludada, com brilho normal e poros praticamente imperceptíveis. Crianças costumam ter esse tipo de pele.

Seca Em geral é opaca, sem brilho e desidratada. A falta de água da pele seca se intensifica pela falta de óleo, que tem a propriedade de evitar a sua evaporação. Os poros são diminuídos e muitas vezes ela descama. Esse tipo de pele também é pouco elástica, tem rugas finas e tendência ao envelhecimento precoce.

Mista É o tipo de pele mais comum entre as brasileiras, pois tem como característica a zona central (testa, nariz e queixo) de pele oleosa e as laterais de pele seca.

Oleosa Produz óleo excessivamente, o que confere mais brilho e provoca a abertura dos poros principalmente na zona central (testa, nariz e queixo). Em geral, tolera melhor as agressões e envelhece mais lentamente. Porém, é mais suscetível à seborréia e à acne.

Sensível Sua principal característica é ficar vermelha com facilidade. Fina e seca, parece estar sempre quente. Mudanças climáticas, ar-condicionado e cosméticos a afetam muito.

Fontes Daniela Lemes, diretora médica da clínica Daniela Lemes Dermatologia & Laser e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia; Denise Steiner, diretora da Sociedade Brasileira de Dermatologia e Flávia Addor, coordenadora do departamento de cosmiatria da Sociedade Brasileira de Dermatologia.