compartilhe

0

Nutrição

Os benefícios do azeite para a saúde e desempenho da corredora

O óleo possui propriedades que ajudam na recuperação, na perda de peso e mais

Lucas ImbimboPor
Lucas Imbimbo

azeite

O azeite é um dos óleos mais famosos da culinária mundial. Presente em diversos pratos italianos, saladas e outras receitas, possui diversos benefícios para a saúde e performance das atletas. Em conjunto com a nutricionista Jacqueline Anversa, da Clínica Dra. Maria Fernanda Barca, nós listamos os principais benefícios do azeite. Confira os benefícios do azeite:

Previne doenças

Por possuir propriedades antioxidantes, o óleo é ótimo no combate a doenças cardiovasculares, como derrames ou infartos, doenças degenerativas, como o Alzheimer e alguns tipos de câncer, como o de próstata, mama etc.

Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Vienna, na Áustria, descobriu que o óleo é efetivo na redução de risco de doenças cardiovasculares e derrames. A pesquisa, realizada em mais de 800.000 pessoas, confirmou que o azeite de oliva é o único óleo fonte de gorduras monossaturadas associado à redução de risco de derrames (reduziu cerca de 17%) e doenças cardiovasculares (cerca de 9%).

Ajuda no ganho de desempenho e massa muscular

As mesmas propriedades antioxidantes que combatem doenças são responsáveis pelo ganho de desempenho da corredora. “Isso acontece porque sua ação anti-inflamatória ajuda na recuperação pós-treino”, explica Jaqueline. Ou seja, o óleo pode fazer com que você volte mais rápido para as pistas. Além disso, essa mesma ação ajuda na construção de massa muscular, pois reduz o índice de inflamação.

MAIS
17 nutrientes essenciais para quem corre
Dieta Mediterrânea: conheça os benefícios para a saúde

Perda de peso

“O azeite dá saciedade, ajudando na perda de peso”, diz Jaqueline sobre os benefícios do azeite. Mais: ele possui ações que podem ser eficientes no combate à obesidade, já que ajuda a realizar a síntese de gorduras no organismo, prevenindo o acúmulo dessas células no corpo.

Tipos de azeite

Existem diversos tipos de azeite. Contudo, os mais famosos são o virgem e o extra-virgem. A principal diferença entre eles está na acidez. O extra-virgem, por exemplo, possui níveis de acidez mais baixos. “A acidez é o que determina a qualidade do azeite. Quanto menor o teor de acidez, maior a quantidade de compostos antioxidantes e benefícios à saúde”, explica.

De acordo com a nutricionista, o azeite extra-virgem é mais indicado para o consumo – justamente por ser menos ácido. Já o azeite virgem é indicado para cozinhar. Isso porque, ao aquecer o óleo, a maioria dos benefícios são perdidos. Por isso, falando em termos econômicos, compensa mais usar o azeite virgem, graças ao seu preço mais em conta.

Em geral, o recomendado é consumir uma colher de sopa de azeite por porção.

Receitas para incluir no cardápio e aproveitar os benefícios do azeite

Molho de mostarda e mel

Ingredientes

  • 2 colheres de sopa de mostarda
  • 1 colher de sopa de vinagre branco
  • Suco de uma laranja
  • 1 pitada de pimenta do reino
  • 2 colheres de sopa de azeite
  • 2 colheres de sopa de mel

Modo de preparo

Misture todos os ingredientes e bata com um garfo até que se incorporem e fiquem homogêneos. Utilize nas saladas.

Antepasto de berinjela

Ingredientes

  • 2 berinjelas grandes
  • 1 pimentão vermelho
  • 1 pimentão amarelo
  • 1 cebola grande
  • 3 dentes de alho amassados
  • 200 g de azeitonas verdes picadas
  • 200 g de champignon picado
  • Orégano à gosto
  • Sal à gosto
  • Salsinha e cebolinha à gosto
  • Azeite para refogar e para cobrir a conserva

Modo de preparo

Descasque as berinjelas e corte-as em cubinhos ou tirinhas. Tire as sementes dos pimentões e corte-os em cubinhos ou tirinhas. Em uma panela, refogue a cebola picadinha junto com o alho amassado e o orégano no azeite. Junte a berinjela e os pimentões. Mexa para não pegar no fundo

Acrescente as azeitonas e o champignon. Prove e acerte o sal se necessário. Depois que a berinjela estiver bem amolecida, apague o fogo e acrescente a salsinha e a cebolinha. Coloque em um refratário de vidro e deixe esfriar. Coloque a caponata numa travessa de vidro, acrescente um pouco mais de azeite, tampe e leve à geladeira. Depois que estiver gelada já pode consumir, porém, ela fica mais gostosa no dia seguinte. Ideal para servir como aperitivo com torradinhas ou pão italiano.