compartilhe

0

Notícias

Americana se torna primeira atleta com 12 medalhas de ouro no Mundial

Alysson Felix voltou a treinar apenas dois meses após dar à luz

Redação WRunPor
Redação WRun

A corredora de velocidade Alysson Felix, 33 anos, conquistou na última terça-feira (1) sua 12ª medalha de ouro no Campeonato Mundial de Atletismo correndo o revezamento de 4 x 400 metros com a equipe dos Estados Unidos.

A vitória marca o retorno da atleta às competições apenas dez meses após dar à luz em uma cesárea de emergência, na 32ª semana de gravidez. Ela voltou a treinar dois meses depois do parto.

O primeiro circuito internacional de que Alysson participou foi aos 17 anos. Um ano depois, a atleta já era medalhista olímpica, conquistando a prata nos 200 metros em Atenas.

Conhecida por lutar pelos direitos das mulheres no esporte, a atleta foi uma das personalidades que insurgiram contra a Nike para fazer com que a marca mudasse sua política de patrocínio e deixasse de discriminar as mulheres que são mães. Segundo a atleta, a marca queria pagá-la 70% a menos que antes. Mas ela manteve sua postura e seguiu na batalha.

Em maio, a Nike anunciou que não aplicaria reduções de pagamento às atletas grávidas por um período de 12 meses. Depois, em setembro, a empresa aumentou esse período para 18 meses. Mas a medida não foi suficiente para segurar Alysson, que acabou assinando com a marca Athleta.

Com o ouro mais recente, a americana ultrapassou o jamaicano Usain Bolt em número de medalhas – ele tinha 11 ouros em mundiais e mantinha-se recordista desde 2013.