compartilhe

0

0

Colunistas

Festas, férias e fim de ano, mas os treinos não podem parar

Chegamos na época mais deliciosa – e crítica – do ano. Vida social a mil e a corrida.. Bem, a corrida continua!

Nanna PrettoPor
Nanna Pretto
treino no fim de ano

Foto: Shutterstock

Você deu duro em 2017. Treinou, competiu, superou limites e metas. Você foi aquela corredora ponta firme e determinada, e aposto que viu os resultados. Mas o ano está acabando. Certamente a sua agenda social está movimentadíssima e você não vê a hora do merecido descanso. Mas isso inclui parar de correr? Eu diria que não!

Diminua o ritmo e até a frequência dos treinos. Mas parar completamente, vai por mim, é um grande erro. A conta chegará alta no início da próxima temporada com menos condicionamento e mais quilos. Socorro!

Então, para ajudá-la (e me ajudar também!) listei algumas coisinhas que podemos fazer para chegarmos com tudo em 2018.

MAIS
Seis estratégias para turbinar seu treino indoor
Como otimizar o tempo de treino e queimar mais gordura?

Não pare Sei que estamos cansadas e com a agenda cheia. Mas reserve um tempo, nem que seja meia hora. Organize sua rotina para manter uma frequência mínima de corrida.

Acorde e corra Se para você sobra um tempinho pela manhã, já levante-se e saia para treinar. É o famoso tirar da frente, sabe? Porque à tarde o horário de verão engana, o happy hour fala mais alto e o cansaço também. Correndo cedo você, inclusive, ganha mais disposição.

Não se cobre Combine com você mesma que o período é de manutenção. Tente manter seu ritmo, mas, se não der, diminua sem culpa. Mexa na frequência de treino. Talvez, um dia a menos já dê uma folguinha na agenda. Esqueça do pace de prova ou dos longos de sábados. Permita-se correr sem cobranças.

Divirta-se Temos momentos de tensão durante o ano todo. É o foco no treinamento, aquela dor inesperada ou o longo que parece impossível de ser concluído. Mas a ordem agora é correr divertidamente. Marque um treino descontraído com as amigas, experimente novos lugares, um novo tênis ou um novo top. Esse é o momento de ser feliz. Correndo.

Pense em 2018 Aquela história do condicionamento e dos quilinhos a mais é séria. Se você olhar o calendário de provas do ano que vem, verá que no fim de janeiro já temos algumas provas legais. Mas já pensou o que será da gente após quase dois meses sem fazer nada? Como você estará quando seu ciclo de treino recomeçar? E como estará o seu corpo após festas, viagens, comilanças e bebidinhas? Não vamos descuidar, meninas!

No mais é ser feliz. Se você leu esse texto é porque a corrida faz parte do seu estilo de vida. E se a época é de comemorar fazendo o que gosta, a corrida não pode ficar de fora!